Folha de Ribeirão Pires


16/10/2012 10:07 - Polícia

Polícia Militar faz ronda em Ouro Fino e prende funcionário furtando

Baixe o Flash Player para assistir este vídeo.

O ajudante geral de uma Empresa em Ouro Fino, Ribeirão Pires,
é preso pelos próprios colegas de trabalho, roubando dinheiro

Momento em que A. chega detido na  delegacia de Ribeirão Pires. foto: Túlio RusselA Polícia Militar de Ribeirão Pires fazia ronda em Ouro Fino Paulista na tarde da última quinta-feira, quando foi acionada para atender uma solicitação de furto no interior de uma empresa, onde um indivíduo havia sido preso pelos funcionários. 
Ao chegar na empresa, a polícia foi recebida  por uma funcionária, supervisora de Recursos Humanos, informando que há algum tempo vem desaparecendo dinheiro de funcionários.   
 
Diante disto, decidiram instalar câmeras de segurança interna, para apurar o que estava acontecendo e identificar o autor do delito. 
 
Dessa forma, ao receberem a notícia de que havia sumido uma quantia em dinheiro, foram verificar as filmagens das câmeras de segurança e perceberam se tratar do ajudante geral, A. S. S., 25 anos, morador da cidade de Santo André. 
 
As imagens deixavam clara, A. revirando a bolsa de uma funcionária, na qual subtraiu R$ 50,00, sendo que no mesmo dia, outro funcionário relatou ter desaparecido R$ 20,00, porém, desse furto, não há provas quanto ao autor do delito. 
 
Ao ser pego, A., disse que o dinheiro furtado estava escondido em cima do vaso sanitário de um bar próximo a empresa. 
Diante dos fatos, a polícia esteve no bar indicado pelo ladrão e verificou que dentro do banheiro, em cima do vaso sanitário, estavam R$ 70,00, distribuídos em três notas de R$ 20,00 e uma R$ 10,00. 
 
A. foi levado a Delegacia de Polícia de Ribeirão Pires, onde foi indiciado no artigo 155, caput, do artigo I, do código penal. 
Por se tratar de crime suscetível de arbitramento de fiança, ou seja, estipulado o valor de um salário mínimo, para liberdade provisória do indiciado, pois nesse caso, não estão previstos os motivos que autorizam a prisão preventiva. 
 
A. foi recolhido a uma cela da Delegacia de Polícia, onde permanecerá a disposição da Justiça. Foi comunicada a Defensoria Pública, para promover defesa a ele, já que não indicou advogado diante a lavradura do alto de prisão em flagrante. 
 
Sua esposa foi comunicada a cerca da prisão de seu marido, e também, quanto ao valor da fiança arbitrada. 
Os valores roubados por A., foram devolvidos aos seus devidos donos.  

Comentários


jose
17/10/2012 - 22:28
nome sujo porque ele e pobre... ve se politico fica com nome sujo.. rouba e mais rouba e toma lhe roubo, e ainda arruma emprego faz palestra em faculdade, se canditata novemente e ganha ainda.

Responder



Nivaldo Prieto
17/10/2012 - 00:52
O Cara estragou sua vida por causa de um mixaria!!! As pessoas não pensam no que fazem mesmo, e agora ele vai ficar sem emprego e com o nome sujo por causa desse delito que cometeu. E Depois fica reclamando da vida, que não consegue arrumar emprego porque tá com o nome manchado com a justiça! ETA POVO BURRO!!!!

Responder


+21
+22°
+16°
Ribeirao Pires
Terça-Feira, 24