Folha de Ribeirão Pires


01/06/2012 11:16 - Cidade

Prefeitura instalará 55 novos abrigos de táxi em Santo André

Intervenções garantem mais conforto ao usuário e melhora identificação dos pontos

 Prefeitura de Santo André, por meio da SA-TRANS, vai instalar 55 novos abrigos de táxi na cidade.  As primeiras unidades começaram a ser montadas na quarta-feira (30) com o propósito de oferecer mais conforto ao usuário, além de melhorar a identificação de algumas paradas. 

 Serão investidos R$ 263.604,34 na substituição dos abrigos.  Esta é a primeira vez que os pontos de táxi da cidade recebem equipamentos padronizados e de alta qualidade. Os modelos anteriores eram adaptações de piquetes de pontos de ônibus e estavam em situação precária, por conta do desgaste pelo tempo de uso. 

A seleção dos 55 pontos que receberão os novos abrigos – dos 62 pontos distribuídos na cidade – levou em conta o estado de conservação e a demanda de passageiros, após detalhado estudo realizado pela gestora de transportes públicos. Além das novas instalações, dois pontos terão seus abrigos reformados. 

Os novos abrigos possuem painel de informações contendo o número do ponto de táxi, telefone para contato com os taxistas, número de atendimento ao usuário disponibilizado pela Prefeitura (0800-0191944), além do Disque Denúncia (121). A cobertura foi fabricada em fiberglass e é sustentada por colunas em aço caborno, dispondo de quatro assentos. Toda a estrutura recebe tratamento anticorrosivo.

Melhorias

A iniciativa faz parte de plano de melhorias no atendimento prestado aos usuários de transporte público no município. Além dos abrigos de táxi, a gestora vai substituir 769 postes de madeira utilizados para sinalizar pontos de paradas de ônibus.  Com investimento de R$ 212 mil, os novos postes são fabricados em aço galvanizado e possuem placa de serviço, modelo regulamentado pelo CONTRAM.

Atenta às reclamações da população sobre o transporte público na cidade, a Prefeitura de Santo André, por meio da SA-TRANS, determinou que motoristas e cobradores das linhas municipais participem do curso Qualidade no Transporte Urbano de Passageiros.

Dos 1.200 operadores, 453 já passaram pela reciclagem, totalizando 38% do efetivo. Elaborado pelo SEST (Serviço Social de Transporte) e SENAT (Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte), o programa tem 20 horas-aulas e aborda temas como qualidade no transporte urbano, nível de satisfação dos usuários, além de focar no atendimento aos idosos e portadores de necessidades especiais.

Monitoramento

Em fevereiro, a SA-TRANS passou a monitorar 48 linhas cadastradas via GPS. O mecanismo possibilita à gestora e às subconcessionárias acompanhar, em tempo real, dados como a velocidade atingida, o intervalo entre os veículos, o tempo de ação, a previsão de chegada dos ônibus nos pontos, assim como o tipo de carro que está em operação.

Além do monitoramento, a ferramenta permite puxar o histórico de ação dos ônibus em cada linha. É possível gerar relatórios de análise baseados em parâmetros de velocidade, pontualidade, cumprimento de partidas, desvio de itinerário, comboio e regularidade, facilitando a identificação e a solução de problemas.

Fonte: Assessoria de Imprensa de SA

Comentários


margareth
06/11/2012 - 09:50
Liguei hoje no pt de taxi da av joão ramalho, em frente a
Sta Casa, em Sto André, e um taxista muito grosso, e mau
educado me atendeu.
Liguei de novo prá saber o nome dele e reclamar do seu
comportamento, mas ele deu o telefone prá uma mulher atender, dá prá acreditar?
Tô muito indignada,.

Responder


+21
+22°
+16°
Ribeirao Pires
Terça-Feira, 24