Folha de Ribeirão Pires

08/11/2011 21:24 - Cidade

Lucas começa hoje caminhada rumo ao transplante de medula

Jovem de Ribeirão está internado no Hospital São Camilo, em
São Paulo, onde aguarda cirurgia. Já Bruno Miranda continua na expectativa

O transplante de medula óssea que irá salvar a vida do menino, morador de Ribeirão Pires, Lucas Guizzardi, 10 anos, já tem data marcada. Na próxima quarta-feira, dia 16, a criança deve finalmente ser levada ao centro cirúrgico para, enfim, realizar o sonho de vencer a leucemia. Até lá, ele terá que passar por seis dias de tratamento intensivo, a fim de matar a medula cancerígena que está no seu corpo.
 
As sessões de medicamentos começam hoje. Lucas deverá passar por três dias de radioterapia e mais três de quimioterapia. Esse processo está previsto para terminar na próxima terça-feira, e tem como objetivo abaixar totalmente a imunidade do menino, além de esvaziar a antiga medula. 
 
Já na próxima quarta-feira, dia 16 de novembro, está previsto pela equipe médica o tão esperado transplante. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca) o paciente recebe a medula sadia como se fosse uma transfusão de sangue. Essa nova medula é rica em células chamadas progenitoras que, uma vez na corrente sanguínea, circulam e vão se alojar na medula óssea, onde se desenvolvem. Durante este processo, o paciente fica mais exposto a episódios infecciosos e hemorragias. Por isso, deve ser mantido internado no hospital, em regime de isolamento.
 
“Segundo a equipe médica, depois do transplante o Lucas ainda vai passar por exames durante cinco anos, para garantir que nada saia errado”, afirma Rosimar Guizzardi, mãe do menino.
 
Rosimar pede para que a população de Ribeirão Pires continue com a onda de orações pela vida de Lucas.
“Estamos muito confiantes. As chances são de 50%, mas tudo vai dar certo, se Deus quiser. Contamos com o apoio de nossos amigos, que estão orando pelo sucesso do transplante”, diz a mãe.
 
Já Bruno Miranda, 17 anos, outro jovem da Estância que batalha contra a mesma doença, continua na expectativa.
“Por enquanto nenhuma novidade. Ele continua passando nos exames e eventuais internações do tratamento, e aguarda as informações dos médicos”, diz Maria Aparecida, mãe do paciente.
 
No caso de Bruno, o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome) encontrou dois doadores compatíveis em setembro deste ano. Agora, a equipe de médicos que cuida do adolescente aguarda os exames laboratoriais que indicarão o grau de compatibilidade de ambos possíveis doadores.
 
“Disseram pra nós que possivelmente os resultados saiam próximo dia 20, que vai apontar as chances de um eventual transplante. Estamos esperando, com muita esperança”, disse Maria Aparecida.

Comentários


rosangela
09/11/2011 - 12:18
Doar MEDULA....é doar sonhos, ideais..é um ato de amor e é simples....hj é Lucas, amanha, Josés, Marias nossos filhos, sobrinhos........enfim....tds nos poderemos precisar de uma medula um dia...pensem , reflitam...DOEM MEDULA..........Que Deus abençõe ao Lucas e a tds nós...

Responder



Danyele Guizzardi
11/11/2011 - 13:33
Oi Anjinho saiba ke estamos orando por vc e pedindo a papai do ceu ke esteja contigo sempre nessa jornada!!!!!
te amamos muito!!!
bjus JUliana;Dany e Giovanna Guizzardi

Responder



  O que você achou da programação do 9º Festival do Chocolate de Ribeirão Pires?
Boa
Ótima
Ruim
Regular
Indiferente, não vou participar
+21
+22°
+16°
Ribeirao Pires
Terça-Feira, 24